Ártico e Antártida, uma conveniente confusão

Notícia recente no boletim da União Geofísica Norte-Americana – intitulada convenientemente, para que o menor número possível de pessoas a leiam, “Updated 2008 surface snowmelt trends in Antarctica” – indica que a tendência de degelo no verão da neve que se acumula na Antártida e em suas plataformas costeiras é cada vez menor e que neste frio verão no hemisfério sul registrou-se um mínimo. Retomo aqui o assunto do Ártico e da Antártida, cujas notícias sempre vêm propositadamente trocadas e apontam, como não, para o supostamente catastrófico degelo, tanto na terra como no mar.

Vou me referir outra vez ao gelo marinho, uma fina camada de pelo menos dois ou três metros de água superficial que todos os anos se congela e se descongela, seguindo o ritmo natural das estações do ano.

20070907-N20070907-S

Acima e abaixo vemos alguns mapas extraídos da página Web da Universidade de Bremen, que todos os dias apresentam a extensão de gelo marinho no oceano glacial Ártico e em torno da Antártida.

20080418-N20080418-S

Em 7 de setembro do ano passado, ao final do verão no hemisfério norte, a extensão de gelo marinho do Ártico registrou um mínimo bastante pronunciado, um recorde desde que se iniciaram as medições por satélite. Por sua vez, a extensão de gelo marinho na Antártida, ao final do inverno austral, registrou também um recorde, mas de máxima extensão. Logo, o Ártico começou de novo a se congelar e os mares da Antártida a se descongelar. Assim, chegamos aos mapas correspondentes ao dia 18 de abril.

Anomalias totais

A notícia que não saiu nem na imprensa e nem na televisão é que há vários meses a soma das extensões de gelo do Ártico e da Antártida registram uma anomalia positiva, que nos dias de hoje é de aproximadamente 1 milhão de quilômetros quadrados. Acima se vê o gráfico da evolução da anomalia da extensão global de gelo marinho nos últimos anos. Clique nele para ampliá-lo. E então, o que devemos dizer? Que está havendo derretimento ou congelamento?

Referências:
Daily Updated AMSR-E Sea Ice Maps
Polar Sea Ice Cap and Snow – Cryosphere Today

O post acima é uma tradução livre do blog CO2, de Antón Uriarte. Para ver o original, clique aqui

Anúncios

0 Responses to “Ártico e Antártida, uma conveniente confusão”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Acessos ao blog

  • 456,425 acessos

Responsável pelo blog


%d blogueiros gostam disto: