Canal Livre recebe o climatologista Luiz Carlos Molion

As verdades e os mitos sobre o aquecimento global. O impacto da ação do homem na temperatura da Terra. As expectativas para a cúpula do clima (COP-16) em Cancún. O climatologista Luiz Carlos Molion, Ph.D., é o convidado do Canal Livre nesse domingo, 28 de novembro, às 23h30min, na Band.

Atualização: a entrevista completa já está disponível no site da Band, dividida em 3 partes. Clique aqui para assistir a parte 1, e nos links sucessivos no próprio site da Band para as partes 2 e 3.

.

Anúncios

25 Responses to “Canal Livre recebe o climatologista Luiz Carlos Molion”


  1. 1 Nildemir Sylos 29/11/2010 às 00:23

    Fiquei impressionado com a entrevista concedida por Luiz Carlos Molion… 100% esclarecedor. Muito importante sabermos o outro lado desta questão do aquecimento global. Parabéns a toda equipe Band.

  2. 2 daniel 29/11/2010 às 07:21

    Sensacional, obrigado por trazerem um tema tão relevante à tona, parabéns!

  3. 3 Marli Gonçalves 29/11/2010 às 10:30

    Essa entrevista, com certeza, ajudou milhares de pessoas a entender melhor como funciona o sistema socioeconômico (capitalismo selvagem) em que vivemos. Outros meios de comunicação deveriam seguir o exemplo da Band. Parabéns.

  4. 4 Luciano Caetano de Oliveira 29/11/2010 às 10:35

    Eu tenho 10 anos, e fiquei encantado com a entrevista. Essa noite, dormi menos preocupado com o futuro do planeta e com o meu também. Parabéns para o Dr. Luiz Carlos e para toda a equipe da Band.

  5. 5 dircelia fatima da silva 29/11/2010 às 12:33

    Adorei a entrevista do Dr. Luiz Carlos Molion. Finalmente, alguém inteligente o sufiente para falar na cara a verdade sobre a farsa do aquecimento global. Pensei que essa palhaçada ia continuar, mas até quando, afinal, o povo não é idiota! Até quando as TVs do mundo todo vão ficar sustentando isso, eles querem nos fazer sentir culpados para poder cobrar o ar que a gente respira? Colocar a culpa na gente, muito obrigada Dr. Molion, o senhor é um anjo enviado por Deus, e não pense que sou tão reliosa assim, mas burra eu não sou, e sei perfeitamente as intenções desses governos. Por favor, mande essa mensagem para o Dr. Molion. Obrigada.

  6. 6 Marcelo Guimaraes Mendes 29/11/2010 às 13:07

    Costumo assistir o Canal Livre, mas infelizmente esta entrevista do Dr. Luiz Carlos Molion eu não assisti. Gostaria de saber, depois de tanto sucesso, e acredito audiência, se não teria condições de repetir esta entrevista para as pessoas que estão tendo esta informação e que não tiveram oportunidade de ver este programa. Atenciosamente, Marcelo Mendes

  7. 7 Mario 29/11/2010 às 13:20

    A entrevista completa já está disponível no site da Band, dividida em 3 partes. Acesse http://www.band.com.br/jornalismo/cidades/conteudo.asp?ID=100000373131 para a parte 1, e os links sucessivos para as partes 2 e 3.

  8. 8 Elton R. Hollen 29/11/2010 às 13:40

    Parabéns ao Professor… pessoas como este cidadão devem sempre estar nos veículos de comunicação para reais esclarecimentos à sociedade, com certeza me ajudou em muitas dúvidas e deu um ponto de vista contrário a esta corrente radical extremista da “verdade (in)conveniente”. Gostaria de ter mais contato com pessoas que defendem essa corrente, e desmascaram os verdadeiros objetivos dos manipuladores / alienadores capitalistas.

  9. 9 Divanildo Lopes de souza 29/11/2010 às 13:42

    Olá pessoal! Olha, eu gostei muito dessa entrevista, fiquei pensando no que eu aprendi nas aulas de geografia no tempo de escola, era tudo um engano dos nossos queridos professores, será mesmo? Parabéns a todos vocês.

  10. 10 Profa. M. Regina Netto 29/11/2010 às 15:07

    A análise se encaixa na nossa sobre invasão e especulação das áreas produtivas da Terra e sobre a mortandade de fome e sem recursos, devastados por empresas mundiais e nunca por problemas
    climáticos, de forma ortodoxa. O apocalipse, sem dúvida, pode e está sendo promovido por 2000 financeiras que controlam sete por cento do espaço terrestre e buscam mais escravos para seus planos. Quem sabe, realmente plantaram a cólera na América Central… quem sabe. Deus está no controle de tudo.

  11. 11 Profª Susi Oliveira 29/11/2010 às 20:35

    Excelente a entrevista com o Prof. Molion, fiquei impressionada com sua sapiência e ao mesmo tempo, sua simplicidade. Parabéns à Band por essa entrevista tão esclarecedora!

  12. 12 Newton Almeida 29/11/2010 às 21:20

    Muito boa a discussão. Ontem (28 de novembro de 2010), assisti ao Luiz Carlos Molion no debate da Band (Mitre e companhia, Canal Livre). Gostei dele falando que o principal desafio mundial é distribuir a riqueza. Perfeito! A taxa de natalidade das sociedades desenvolvidas cai à medida que a renda aumenta, portanto a distribuição de renda equilibraria a população mundial. O problema principal é o capitalismo. Sistema desigual, exploratório. Mas, na dúvida de que o aquecimento global possa ser uma tragédia iminente: por que não plantar mais árvores; parar de ocupar encostas e reflorestá-las; despoluir os rios; encontrar tecnologias para gerar energia a partir do lixo, em substituição aos aterros sanitários (que ainda nem isso temos, mas sim os lixões a céu aberto); utilizar automóveis elétricos; proteger a fauna e flora remanescentes. O ser humano é muito perverso. As bandeiras ambientais estão chegando tarde. Se o planeta não está aquecendo, ou se está, mas não de maneira preocupante, eu vejo a realidade das alterações climáticas, mesmo que diga-se serem fenômenos localizados. De dois em dois anos estamos vendo as secas na Amazônia; ciclones na região sul do Brasil são rotina; nos verões da Europa pessoas comumente morrem de calor; relatos de que árvores estão crescendo em regiões do Alaska (devido ao calor crescente) onde antes só nascia tundra (ao norte das Rochosas, depois da Cordilheira Brooks). Por uma questão de humanidade com a natureza: vamos continuar a difundir a importância de preservar e respeitar as espécies. Se o Al Gore ganhou dinheiro com suas palestras acho maravilhoso, é dinheiro honesto. Tem gente que ganha dinheiro destruindo a natureza, fabricando armas, etc.. Hoje fez muito calor aqui no Rio de Janeiro, que falta fazem as árvores!

  13. 13 Eduardo Shimahara 30/11/2010 às 07:03

    Se o aquecimento global fosse uma farsa capitalista, então os EUA teriam assinado o protocolo de Kioto. Não há consenso sobre o aquecimento global, isto é fato. Mas a partir daí, construir uma mega-conspiração econômica envolvendo centenas de cientistas do mundo como ‘manipulados’… e pior, fazer parecer que está tudo bem com a Terra então…? Não estamos consumindo demais? Não estamos desperdiçando demais? Não estamos acabando com biodiversidade?

    • 14 Alexandre Freire 30/11/2010 às 21:35

      Não, não estamos consumindo demais. Essa teoria do consumo excessivo já foi defendida por Malthus há alguns séculos atrás e foi comprovado estar equivocada pela evolução do nível populacional e de consumo. Com engenheiro especializado em gestão ambiental, desconheço o que realmente estaria se esgotando no planeta. Por outro lado, a tecnologia a cada dia nos possibilita novas formas de produção utilizando-se novas matérias primas. A civilização ainda está engatinhando e temos muito ainda que evoluir. Entretanto, o medo e a culpa em que se baseia o movimento ambientalista são formas de dominação social e estão ligadas ao psique humano. Não é a toa que as religiões sempre se baseam nesse pilares. Vejo inclusive o ambientalismo como a religião do século XXI e em relação às religiões sigo os príncipios Nietzsche. Se você não o conhece, vá lê-lo, quem sabe aprende alguma coisa de útil e pare de criar conceitos em cima de informações folhetinescas.

  14. 15 Custodio Oliveira 30/11/2010 às 22:05

    A Band deveria reprisar a entrevista, anunciar com antecedência. Vocês têm uma entrevista gravada extremamente importante e o público precisa revê-la.

  15. 16 Gilberto de Oliveira Ferreira 01/12/2010 às 13:21

    Olhem só o link http://www.abepolar.org.br/internas.php?noticias=9378&interna=20545, parece que agora vão começar acreditar que estamos entrando em uma nova era glacial…

  16. 17 Dr. Danilo Antonio Lopes 06/12/2010 às 14:19

    Boa tarde Dr. Molion, achei um espetáculo as suas declarações sobre o aquecimento global e bastante persuasivos os seus argumentos. Acredito que os países ricos devem deixar sua grande hipocrisia de lado e fazer algo pelo nosso planeta, como tentar solucionar a fome e a miséria em que o mundo vive. Obrigado

  17. 18 Raimundo Nonato 03/02/2011 às 17:34

    Boa tarde, até que enfim, um homem de coragem para falar da Dupont, que abocanhou milhões na troca do refrigerante R-12-22 pelo ISCEON. E mais uma vez, quem estava na presidência era um despreparado, ele assinou o tratado imposto pelo FMI juntamente com esses vermes que só pensam no lucro. Porém, são águas passadas, o que tenho a dizer é que a reportagem agregou muito para o povo, e espero outras de boa qualidade como esta.

  18. 19 Prof. Ernani Sartori 02/04/2011 às 16:12

    Olá, alguns dizem que há interesses por trás desse tal de aquecimento global. Pode até haver alguns que se aproveitam no meio de uma coisa midiática tão grande, mas enquanto o absurdo empirismo dessa gente que comanda e domina essa questão não aplicar as ciências de conhecimento universal e assim continuar cometendo erros tão absurdos e elementares da física básica, podem deixar que se trata apenas de ignorância científica mesmo e, por isso, uma “conspiração” climática mundial não se sustenta. E ja deram muitas provas disso, em seus “modelos” fajutos, em publicações de revistas, em “previsões”, etc. Primeiro tem que resolver a questão científica, o que nem o Molion conseguiu, antes de afirmar que há conspiração. Quem comanda e domina essa questão no mundo é o IPCC e seus meteorologistas, climatologistas, hidrologistas e áreas relacionadas, os quais, para afirmar que existe aquecimento “global”, absurda e ingenuamente relacionaram um aumento de temperatura com um aumento de CO2. Mas, para constatar que há aumento do efeito estufa ou aquecimento atmosférico não basta uma simples e ingênua relação de um parâmetro com outro, pois na atmosfera há muitos outros parametros que precisam ser relacionados entre si para podermos realmente constatar um aumento de aquecimento global. E tais relações são baseadas na teoria física da questão, o que não se vê os profissionais acima relacionados fazerem, por isso erram tanto e tão absurdamente. E falo isso não apenas em relação às coisas que se vê na mídia, mas em relação às publicações de suas revistas internacionais, cujos artigos deveriam ser um primor de ciência, mas não são, são muitos e enormes absurdos mesmo. Além deles terem relacionado somente um único parâmetro com outro, eles escolheram apenas as partes da história em que há os referidos aumentos, mas há outras partes da história em que há reduções desses parametros que não foram considerados por eles. É nessa hora que entra o Molion, que escolheu para suas afirmações exatamente o lado contrário dos outros, ou seja, quando os referidos parâmetros decrescem, cometendo o mesmo erro, só que do lado contrário. Vale lembrar que o Molion é tambem meteorologista e, como os outros empíricos, só depende de dados experimentais, os quais têm uma variabilidade natural complexa que confunde se as análises não forem ajudadas pela verdadeira teoria científica. Já trabalhei teórica e experimentalmente com sistemas de aquecimento atmosferico aberto e fechado e quase tudo que tem sido dito sobre o tal do aquecimento “global” está completamente errado, inclusive pelo Molion.

  19. 20 Prof. Ernani Sartori 30/05/2011 às 14:33

    – Professor, a Terra vai aquecer ou esfriar?
    – A única possibilidade para a Terra esfriar de vez é o Sol esfriar de vez, ou seja, o fim do mundo. Não sendo isso, trata-se apenas das variabilidades das temperaturas, as quais dependem de uma série de fatores, incluindo os causados pelos ciclos do Sol.
    O Molion disse que o planeta vai esfriar nos próximos 20 anos para contradizer o tal aquecimento, mas, não é dessa forma que se resolve a questão da influência humana no clima. Além disso, depois de 20 anos, ele dirá que o planeta vai aquecer ou vai esfriar até o fim do mundo? Parece que ele sabe quando e como vai ser o fim do mundo…
    A ciência séria não vive de previsões, nem de adivinhações, nem de alquimia, nem de empirismo, nem de “achismos”, pois ela trata de constatar e descrever com critério e rigor o que existe e isso já é muito difícil de fazer com exatidão, quanto mais profetizar sobre o futuro ou o longínquo passado quando os eventos da natureza são tão complexos e variáveis bem como os distantes dados não são confiáveis e métodos disponíveis não têm a precisão requerida para dar garantias sobre tempos longe do presente. E quem poderá vaticinar sobre mudanças drásticas do comportamento do Sol, sabendo-se que a energia emitida por ele (medida e conferida por satélites) pode ser considerada constante, pois ela varia para mais e para menos em no máximo 0,5 W/m2 (0,04%) aproximadamente a cada 11 anos em torno de uma média de 1.366 W/m2 (e ainda fora da atmosfera, pois esta – principalmente o vapor d’água – atenua essa energia na sua maior parte)?
    Nisso tudo, o que interessa é o Homem ser capaz de saber se e como ele pode influenciar o clima (sobre isso já desenvolvi e esclareci muito), independentemente se com mais ou menos energia recebida, pois naquilo que o Homem não controla não adianta ficar batendo boca se é o Sol ou não é o Sol. Também fico impressionado com a facilidade e “exatidão” que os empíricos têm em “garantir” os longínquos passados e futuros quando na verdade não conseguem sequer conhecer e descrever corretamente o comportamento da atmosfera atual e real.
    O Homem deve ser ciente daquilo em que pode atuar e modificar e, esfriar o planeta o ser humano não pode, a menos que fizesse uma geladeira maior do que a Terra para retirar calor do planeta (logo, esfriar) e jogar esse calor para o espaço e isso é o que postula a segunda lei da termodinâmica para o caso, a qual não pode ser desprovada. Assim, a influência humana em um esfriamento do planeta está descartada.
    Portanto, só resta explicar mais sobre a capacidade humana de aquecer ou interferir no clima, mas, quanto ao chamado aquecimento global isso não é bem assim e vou deixar essa questão para outras ocasiões.

  20. 21 Do contra 21/06/2011 às 13:30

    Parabéns pela reportagem. Sempre vi esse tema com desconfiança. É por esso motivo que os EUA estão sempre fugindo do protocolo de Kyoto. Acredito que a poluição e o desmatamento realmente não devam ocorrer. Afinal, isso afeta a saúde pública. Assim como os demais animais, nós também precisamos de um ambiente saudável e de ar puro. Mas todos os países precisam crescer e se desenvolver, pois o combate à miséira depende disso. É melhor sacrificar uma meia dúzia de árvores para o desenvolvimento do que deixar crianças morendo de fome e desnutrição por falta de um prato de comida.

  21. 22 lucia 24/08/2011 às 16:06

    Eu acho que os países ricos deveriam manter financeiramente os pobres para que eles não precisassem destruir também a natureza. Na verdade, está na hora de rever que hoje mudou o significado de riqueza. Os IBGES da vida continuam medindo riqueza por consumo. Isso é passado. O que é realmente riqueza hoje em dia é água, ar, natureza em geral. Mas os ditos países “ricos” não deixam os “pobres” verem o quanto são ricos. Desabafei.

  22. 23 paulo francez 18/11/2011 às 17:34

    Não entendo como o MEC, Min. Agricultura e outros órgãos com conhecimento científico engolem esta farsa.

  23. 24 Alberto 22/06/2012 às 14:05

    Isso tudo faz parte de uma grande farsa mundial. É a velha farsa do colonialismo mundial querendo engolir as economias dos países que estão em pleno desenvolvimento.


  1. 1 Os números de 2010 « A Grande Farsa do Aquecimento Global Trackback em 02/01/2011 às 08:02

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Acessos ao blog

  • 434,818 acessos

Responsável pelo blog


%d blogueiros gostam disto: