Sandy

Muito se falou sobre a “supertempestade” Sandy nos últimos dias. Em geral, muita besteira também. Agora, acompanhamos em tempo real algumas das muitas formas de manifestação da mãe natureza.

Mais uma vez, ouvimos baboseiras do tipo “nunca antes na história…”, entre outras. Para reavivar a memória dos mais assombrados, alguns vídeos de outras manifestações recentes e mais impressionantes, na mesma costa leste norteamericana:

1938, ?

1955, Connie

1969, Camille

Ref.: Hurricanes of yore: vintage newsreels of devastating storms

.

Anúncios

1 Response to “Sandy”


  1. 1 Paulo 18/11/2012 às 18:45

    Um estudo do climatologista estadunidense Amato T. Even sugere que o aumento da Temperatura da Superfície do Mar (TSM) no Atlântico Tropical Norte se deve a uma variabilidade climática do posicionamento da Zona de Convergência Inter Tropical (ZCIT) em latitudes mais ao norte do Equador, na região da África Ocidental (próximo ao Senegal). Ocorre uma maior frequência de precipitações nesta região, evitando que os aerossóis minerais do Saara sejam carregados pelo Atlântico até as Américas. Este fenômeno, por sua vez, deixa a atmosfera no Atlântico Tropical Norte mais transparente, e, portanto, mais aquecido, propiciando a formação de grandes tormentas.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Acessos ao blog

  • 434,818 acessos

Responsável pelo blog


%d blogueiros gostam disto: