Encíclica ‘Laudato Si’

Sua Santidade o Papa Francisco publicou hoje a Encíclica ‘Laudato Si’, “Sobre o cuidado da casa comum”. 246 parágrafos, 2 orações e muitas referências. Concordo com o Santo Padre em muitos aspectos. Porém, no capítulo I (“O que está a acontecer à nossa casa”), item 1 (“Poluição e mudanças climáticas”), sub item “O clima como bem comum”, parágrafos 23 a 26, quando faz um diagnóstico da situação atual, o Santo Padre recorre à surrada ladainha do “aquecimento do sistema climático”, “elevação constante do nível do mar”, “acontecimentos meteorológicos extremos” e “derretimento das calotas polares e dos glaciares”, e embora reconheça que o sistema climático “é um sistema complexo” e que “não se possa atribuir uma causa cientificamente determinada a cada fenômeno particular”, insiste em considerar tendenciosamente que “numerosos estudos científicos indicam que a maior parte do aquecimento global das últimas décadas é devida à alta concentração de gases com efeito de estufa”. “Se a tendência actual se mantiver”, profetiza o Santo Padre, “este século poderá ser testemunha de mudanças climáticas inauditas e duma destruição sem precedentes dos ecossistemas, com graves consequências para todos nós”. Eu gosto do Papa Francisco, reconheço o valor de sua pregação por seu exemplo e pelos atos que pratica, mas por tudo o que tenho publicado neste blog, discordo desse diagnóstico do Santo Padre.

Reitero que o CO₂ não é um poluente! O Sol, a água e o CO₂ são essenciais para a fotossíntese e para a vida – tal e como a conhecemos – na “casa comum” a que Sua Santidade se refere. O Santo Padre fala em “numerosos estudos científicos” que confirmariam as suas hipóteses, mas desconsidera os tão ou mais numerosos estudos científicos que mostram justamente o contrário: que o planeta não só não está se aquecendo, como, eventualmente, está se arrefecendo; que o nível do mar está em elevação desde o final da última era glacial, o que não tem nada a ver com a atividade dos humanos; que eventos climáticos extremos não estão ocorrendo com frequência maior hoje do que sempre ocorreram; que não está ocorrendo o derretimento das calotas polares, senão o contrário; etc..

.

2 Responses to “Encíclica ‘Laudato Si’”


  1. 1 Renê 23 junho 2015 às 8:55 am

    Dia desses eu estava vendo um documentário do Discovery sobre o Universo e por algum motivo o programa desviou o foco e começou a falar em aquecimento global. Ficou quase meia hora falando exatamente isso que o Papa falou.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Acessos ao blog

  • 419,417 acessos

Responsável pelo blog


%d blogueiros gostam disto: