“Mais quente de todos os tempos…”

Nos últimos dias, a Rede Globo, entre outros, através dos seus veículos e noticiários, repercutiu a “notícia” de que, segundo uma agência norte americana, o mês de Junho de 2015 teria sido mês “mais quente do planeta”, e não faltaram aos repórteres e comentaristas expressões como “de todos os tempos”, etc..

Catastrofismo à parte, o que até eu sei é que temos muitos problemas com as medidas diretas das temperaturas em termômetros. O efeito “ilha de calor” nas estações meteorológicas terrestres próximas a centros urbanos que cresceram, como a do aeroporto de Congonhas (inaugurado em 1936) em São Paulo, por exemplo. Nas décadas de 1930 e 1940, o Jabaquara ainda era um matagal…

Há muito mais água (71%) que terra (29%) na superfície do planeta. As áreas urbanas representam cerca de 2% da superfície terrestre, ou 0,6% da superfície total do planeta. Os satélites que orbitam a Terra desde 1979 são capazes de calcular uma “temperatura média” mais confiável para o planeta, e eu gosto de dar uma olhada de vez em quando no site “The Cryosphere Today”. Lá, a superfície de gelo sobre os oceanos do planeta é mostrada em imagens, gráficos, bases de dados e tudo mais, muito interessante.

Se o planeta estivesse esquentando, mais gelo estaria se derretendo. E se o planeta estivesse esfriando, mais gelo se formaria. Simples assim. Os três gráficos a seguir creio que são os mais significativos.

No Hemisfério Norte:

NHSIA

Clique na imagem para vê-la maior

No Hemisfério Sul:

SHSIA

Clique na imagem para vê-la maior

E no planeta todo, somando-se o gelo sobre os oceanos do Hemisfério Norte com o do Hemisfério Sul:

GSIAwt

Clique na imagem para vê-la maior

Vejamos e convenhamos: o passado mês de Junho não deve ter sido o mais quente…, não é o que se vê com esses dados…, nada de extraordinário, sobretudo quando se considera a variabilidade natural do tempo, em termos meteorológicos…

.

3 Responses to ““Mais quente de todos os tempos…””


  1. 1 André 25 julho 2015 às 10:07 pm

    E um gráfico ou tabela com a temperatura média até 2014, alguém sabe onde encontrar? Só acho até 2013, ou seja, fica difícil comprovar que 2014 foi mesmo o ano mais quente desde 1880. Seria coincidência parar em 2013??

  2. 3 Igor 23 março 2016 às 4:18 pm

    Disseram agora que os 3 primeiros meses do ano foram os mais quentes também, e que o Ártico teve uma elevação de temperatura de 30 até 35 ºC, coisa nunca vista em 35 anos, e que a perda de gelo no Ártico é enorme, sem precedentes…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Acessos ao blog

  • 419,417 acessos

Responsável pelo blog


%d blogueiros gostam disto: